Victoria Stilwell é referência no método da recompensa

By Dog Dicas on 24 de novembro de 2010

Victoria Stilwell
Victoria Stilwell é contra técnicas de dominância e defende que cães não devem ser punidos (foto: reprodução / internet)

Na atual era da sociedade midiática, assistir semanalmente à programas internacionais de reality shows para aprender a educar cães corretamente já faz parte do cotidiano de milhões de pessoas. Mas você conhece Victoria Stilwell, a ‘supernanny’ dos cães indisciplinados?

Reconhecida mundialmente por sua metodologia de treinamento que utiliza o reforço positivo, Victoria Stilwell é treinadora de cães e apresentadora do programa ‘Ou Eu ou o Cachorro’ cuja transmissão, no Brasil, acontece no canal GNT.

Nascida em 1969, em Wimbledon (Inglaterra), Victoria iniciou sua carreira em 1990, quando, ao criar sua própria Cia. de cães de passeio, percebeu a dificuldade dos treinadores em educar os cães com um método bem sucedido. Posteriormente, ainda em Londres, Victoria fez diversas participações em filmes, séries de TV e comerciais e, simultaneamente, iniciou seus estudos sobre treinamento de cães pela aprendizagem do reforço positivo com renomados behavioristas da Grã-Bretanha. A treinadora mudou-se para os Estados Unidos (New York) em 1999 e trabalhou como consultora comportamental em diversas organizações de resgate animal ministrando palestras e seminários de resgate, formação e reabilitação de cães.

O reforço positivo mostra ao cão como se comportar e de que forma se comportar bem traz prazer

Admirado e seguido por milhões de profissionais e proprietários de cães, seu método de educação canina é embasado no reforço positivo de treinamento, que, por meio de petiscos e agrados, mostra ao cão que atitudes positivas têm recompensa, e combate, veementemente, a dominância, a agressividade e a punição diante de maus comportamentos do animal.

“Muitos comportamentos negativos de nossos cães acontecem porque eles vivem sob as regras de nossa casa, estranhas aos animais, e acabam desenvolvendo problemas como estresse, ansiedade e insegurança. Se você punir esse animal, poderá fazê-lo se comportar de forma ainda pior e incentivá-los a se tornarem agressivos. O reforço positivo mostra ao cão como se comportar e de que forma se comportar bem traz prazer”, explica Victoria.

Além disso, Victoria também é autora do livro “Ou eu ou o cachorro” (Panda Books, 2009) e criadora do licenciamento para adestradores adeptos do reforço positivo, que permite que, ao acessar seu site, os donos de cães saibam onde há adestradores que utilizam sua metodologia.

Atualmente, Victoria mora em Atlanta com seu marido, sua filha e seu cão Sadie.

Livro infantil conta a história de Yogi, um cão diferente

By Dog Dicas on 24 de novembro de 2010

Yogi e sua língua pendurada (foto: Amy Dunn)

Desde quando ser diferente é um empecilho para alcançar o sucesso e até se tornar um presidente? Essa é lição do livro infantil “When Yogi ran for presidente: A true underdog tail” (Quando Yogi se tornou presidente: O verdadeiro conto de um cão rejeitado), de Kevin Donahue, que será lançado nos Estados Unidos nos próximos meses.

O conto narra a história de Yogi, um cão que, devido a um problema, tem a língua sempre pendurada para fora da boca e por isso é desprezado e ridicularizado por outros cães na escola. Mas que com a ajuda e incentivo de seu melhor amigo, Delilah, consegue superar os obstáculos e fazer coisas que os outros julgavam impossível. Além disso, o livro também traz explicações para as crianças sobre a política e as funções desempenhadas pelo presidente.

Apesar de fictícia, a narrativa o livro se baseia na história real da vida de Yogi, um pug de 7 anos, preto, cuja história começa em 2006, após deixar a residência de uma família que não tinha condições de cuidar dele e ir para a casa de Kevin.

A partir daí, o diferencial de Yogi, juntamente com sua esperteza e graciosidade, passou a chamar tanto a atenção das pessoas durante os passeios diários, que seu novo dono criou um site para responder as perguntas de internautas do mundo todo sobre o cão e postar fotos engraçadas.

Yogi se tornou uma estrela nos EUA, o que rendeu diversas participações em programas televisivos e, até mesmo, uma marca com seu próprio nome. A deficiência do pequeno pug foi, inclusive, objeto de estudo de alguns veterinários, que afirmam que a língua do cão para fora da boca pode ser seqüela de um leve derrame.

Para o autor do livro e proprietário de Yogi não importa qual seja a origem da particularidade do cão. O que realmente importa é que Yogi é um exemplo de que ser diferente é normal e não impede ninguém de ser feliz e alcançar seus objetivos. O lema de Yogi, segundo Kevin Donahue, é “Se a vida cortar sua língua….continue a lamber”.